Precisamos falar sobre a punição infantil

Em uma mulher não se bate nem com uma flor, mas “aquele que não fustiga sua criança com o açoite, odeia seu filho” (Provérbios). Paradoxal e incoerente? Essa é a sociedade em que vivemos, e esta é apenas mais uma de suas bizarras contradições. Dizeres como estes, se observados com a devida atenção, manifestam aspectos sutis … Mais Precisamos falar sobre a punição infantil

COMO O MACHISMO E O PATRIARCADO AFETAM AS CRIANÇAS?

As crianças são vítimas de opressão nos mais variados contextos, inclusive no que diz respeito às questões de gênero. Especialmente as meninas, que, desde cedo, sofrem imposições relacionadas a como se vestir, comportar e brincar. Os estereótipos são bons exemplos dessa opressão, se pensarmos neles como uma generalização sobre o comportamento ou as características de … Mais COMO O MACHISMO E O PATRIARCADO AFETAM AS CRIANÇAS?

Histórias que os camponeses contam: janelas para as infâncias

“Certo dia, a mãe de uma menina mandou que ela levasse um pouco de pão e de leite para sua avó. Quando a menina ia caminhando pela floresta, um lobo aproximou-se e perguntou-lhe para onde se dirigia” – (DARNTON, 1986, p. 21 ). O trecho acima corresponde às primeiras frases da transcrição de uma das versões orais … Mais Histórias que os camponeses contam: janelas para as infâncias

Entre literatura infantil e política: Ervilina e Princês

Em tempos de incertezas no cenário político nacional, para os que estudam a literatura infantil e, mais especificamente, a literatura infantil brasileira, um tema volta à baila: a presença de temas políticos na literatura infantil produzida no nosso país. Na nossa literatura, as temáticas políticas estão presentes, principalmente, a partir da década de 1920 com … Mais Entre literatura infantil e política: Ervilina e Princês