Os 20 anos da Pedra Filosofal: um debate sobre as casas de Hogwarts – Sonserina

Ao observarmos a estrutura social na qual estamos inseridos, é perceptível a imersão em um modelo dicotômico no qual o papel de cada indivíduo é definido de acordo com o lugar que ocupa nessa estrutura, perpassado pelas questões de raça, classe e gênero. Tal dicotomia nos traz extremos como lados de uma mesma moeda, sem … Mais Os 20 anos da Pedra Filosofal: um debate sobre as casas de Hogwarts – Sonserina

Os 20 anos da Pedra Filosofal: um debate sobre as casas de Hogwarts – Corvinal

Ou será a velha e sábia Corvinal, A casa dos que têm a mente sempre alerta, Onde os homens de grande espírito e saber Sempre encontrarão companheiros seus iguais; (ROWLING, 2016, p. 97)   Contrapondo às expectativas de alguns, Rowling optou por selecionar Grifinória como Casa da “bruxa mais brilhante de sua idade”, Hermione Granger, … Mais Os 20 anos da Pedra Filosofal: um debate sobre as casas de Hogwarts – Corvinal

Os 20 anos da Pedra Filosofal: um debate sobre as casas de Hogwarts – Grifinória

Se há algo que nos foi ensinado desde a publicação de Harry Potter e a pedra filosofal, vinte anos atrás, é que a rejeição de um manuscrito por uma editora pode representar um arrependimento profundo e amargo. Isso pelo fato inconteste de que jamais gostaríamos de estar na pele dos vários editores que rejeitaram publicar … Mais Os 20 anos da Pedra Filosofal: um debate sobre as casas de Hogwarts – Grifinória

Um corpo (às vezes) inaudível

O livro Papai e eu, às vezes, da escritora María Wernicke, permite-nos fazer uma série de leituras a partir da interlocução entre o texto verbal e o texto imagético. Na obra, podemos identificar temáticas, tais como: morte, sexualidade, afeto, família, descoberta etc. Todavia, esse livro ilustrado traz consigo um enredo que nos possibilita a interpretação … Mais Um corpo (às vezes) inaudível

Carta aberta aos pais de Chapeuzinho Vermelho

Os contos de fadas são íntimos e pessoais, contando-nos sobre a busca […] de poder e privilégio, e o mais importante, sobre um caminho para sair da floresta e voltar à proteção e segurança de casa. (TATAR, 2010, p. 07). Que tipo de pessoa abandonaria os filhos para morrer no interior de uma floresta escura? … Mais Carta aberta aos pais de Chapeuzinho Vermelho

Chocolate branco e suicídio: a experiência em A Metafísica dos Tubos, de Amélie Nothomb

  Tenho constantemente uma imagem de minha infância girando em minha mente. É uma mochila azul, com o desenho de cachorro branco – também usando uma mochila, nesse caso, vermelha –, e foi do exato dia em que ganhei essa mochila. Isso tudo está associado a um contexto de expansão do meu universo, que iria … Mais Chocolate branco e suicídio: a experiência em A Metafísica dos Tubos, de Amélie Nothomb