Um corpo (às vezes) inaudível

O livro Papai e eu, às vezes, da escritora María Wernicke, permite-nos fazer uma série de leituras a partir da interlocução entre o texto verbal e o texto imagético. Na obra, podemos identificar temáticas, tais como: morte, sexualidade, afeto, família, descoberta etc. Todavia, esse livro ilustrado traz consigo um enredo que nos possibilita a interpretação … Mais Um corpo (às vezes) inaudível